Albertov Bar

0
770

Vivi durante uns tempos numa parte de Praga de que poucos visitantes alguma vez ouvirão falar. Bohemmians, em Vrsovice. Perto do estádio de futebol da equipa com esse nome. E quase todos os dias passava em frente a este bar, dentro do eléctrico. O que não me podia escapar era aquela ardósia com os preços. Nunca vi cerveja tão barata tão perto do centro. Na realidade, com boa vontade, chega-se a Albertov a pé, a partir de qualquer ponto do centro turístico.

Albertov é uma espécie de cidade universitária e foi daqui que partiu a manifestação que marcou a abertura da Revolução de Veludo, em 1989, que acabou com o regime totalitário comunista que governava a Checoslováquia. Mas este bar fica na margem do “bairro”, muito perto de Vysehrad.

Falei em cerveja barata, não foi? Vamos aos detalhes. O que se serve aqui é uma interessante selecção de 4 ou 5 marcas, em canecas de meio litro como é padrão, sendo que em média custam 0,90 Eur. Brutal! Em Coroas dá 22 ou 23 CZK. Ainda por cima pode-se variar um pouco das marcas super mainstream, como a Plzen, Staropramen ou Gambrinus. Quando aqui passei a última vez as ofertas eram Chodovska (portando, de Chodov, um subúrbio de Praga), Rezany e a mais comum Kozel.

O bar tem um ambiente obscuro, sobretudo para quem não está habituado a este tipo de estabelecimentos na República Checa. Como em tantos outros, é permitido fumar (à data deste artigo discute-se a implementação da proibição de fumo no país, dentro dos moldes adoptados em quase todas as nações europeias) e isso pode ser desagradável para muitos, já desabituados dos tempos em que também por cá a fumarada era comum.

cb-albertovbar-03

Mas é uma experiência. Descer as escadas e pedir aquelas cervejas quase oferecidas, rodeado apenas de cidadãos locais. O serviço, esse, tem a qualidade esperada num sítio assim. Na realidade, um pouco melhor. Numa mesa um casal de namorados bebe as suas canecas. Noutra um pequeno grupo de amigos. Não há muita gente neste serão. Alguém escolhe uma música na jukebox digital que se encontra na passagem do bar para a sala de mesas.

Como Ir:  Chega-se facilmente, a pé ou de eléctrico, sendo que neste caso deverá apanhar o 6, 7, 18 ou 24 e sair na paragem Albertov.

Quanto Custa: Muito Pouco… mesmo.

Quando Ir:  Ao fim da tarde ou ao início do serão.

Contactos: Bar Albertov, Na Slupi 3

 

 

 

Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here