Meet Factory

0
659

“O visitante encontrará ateliers, espaços para albergar artistas, sala de concertos, estúdio de gravação, espaço de projeção de cinema, bar, livraria com edição própria de livros, e um infinito espaço de exposição.”

A MeetFactory nasceu em 2001, numa unidade fabril de processamento de carnes (daí o nome… MeetFactory / Meat Factory) no bairro de Holesovice. A linha mestra dominante na criação do projecto definia-se como a vontade de fomentar uma corrente de intercâmbio internacional na área da arte contemporânea. No ano seguinte as históricas cheias do rio Vltava arruinaram o espaço em Holesovice, adiando por alguns anos o aparecimento de algo concreto.

Em 2005 surgiu a oportunidade de ocupar um imóvel de características única, com cerca de 5.000 m2, numa área marginal de Smichov, alugado até aos dias de hoje ao munícipio de Praga. Após a ultimação do trabalho burocrático, o ano de 2007 foi despendido na relativa renovação e adequação das vastas instalações. O espaço, de cariz fabril, pertenceu na realidade aos caminhos de ferro, e oferece inúmeras possibilidades, com os seus inúmeros cantos e recantos, que realçam a polivalência pretendida.

A liderar o projecto surgem pelo menos dois nomes grandes da cultura checa: David Cerny e David Koller, acompanhados por Alice Nellis, especialista para a área de cinema. Mais coisa menos coisa, o projecto Meet Factory alcançou todos os objectivos a que se propôs: o visitante encontrará ali ateliers, espaços para albergar artistas, sala de concertos, estúdio de gravação, espaço de projecção de cinema, bar, livraria com edição própria de livros, e um infinito espaço de exposição.

meetfactory-03Talvez um dos focos de interesse mais forte na Meet Factory seja a vertente habitacional. É dada a oportunidade aos artistas seleccionados de viver numa das salas do edifício,  onde podem ser observados na suas actividades quotidianas por qualquer um que passe por lá. Os períodos de alojamento podem variar entre os dois e os doze meses, e abranger um total de 30 artistas em simultâneo.

À laia de curiosidade referiria que entidades como o Ministério da Cultura (de Portugal), a Fundação Calouste Gulbenkian e o Instituto Camões se encontram envolvidos em projectos de cooperação com a Meet Factory.

Enfim, se aprecia arte contemporânea e lhe apetece respirar um ambiente alternativo durante a sua visita a Praga, uma visita à Meet Factory é essencial. Chegar lá não é simples, mas com um pouco de esforço poderá juntar-se às cerca de 30.000 pessoas que anualmente se têm deslocado a estas instalações.

meetfactory-02

Como Ir: A partir da estação de metro (linha amarela) de Andel, apanhar o eléctrico 12, 13, 14 ou 20 e sair na paragem Lihovar. Atravessar a linha de comboio como se puder (existem algumas formas “criativas”).

Mais detalhes: www.meetfactory.cz

 

Save

Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here