O Túnel de Zizkov

0
430

Karlin é um dos bairros trendy de Praga. Nas suas ruas principais encontram-se restaurantes e cafés cheios de charme, há ginásios, galerias de arte. É cada vez mais um bairro de preferência para uma certa classe média alta e para residentes estrangeiros. Mas nem sempre foi assim…

Em meados do século XX Karlin era uma zona industrial, estrangulada entre o rio Vltava e a colina de Vitkov onde se encontra o enorme monumento em honra de Zizka. Do outro lado desse monte encontrava-se o bairro de Zizkov, proletário, densamente povoado, fornecendo mão-de-obra para o tecido fabril de Karlin.

Mas aquela maldita colina era um problema para as pessoas. Havia que a subir e depois descer, ou então usar o elétrico e ir à volta. Uma e outra solução implicavam uma considerável perda de tempo.

A boca do túnel na parte de Zizkov
A boca do túnel na parte de Zizkov

Já desde os tempos da Primeira República (1918-1938) existia um projecto para a construção de um túnel que permitisse aos habitantes destes bairros circular de uma forma mais prática. Mas a verdade é que as ideias nunca se transformaram em realidade.

Foi apenas depois da Primeira Guerra Mundial que se iniciaram os trabalhos de abertura da passagem. A escavação começou em 1949, um ano após a tomada do poder por parte dos Comunistas, e dois anos depois tudo estava pronto para a inauguração.

Os trabalhos foram levados a cabo pela empresa estatal Baraba, recentemente nacionalizada. Para além da evidente utilidade para o trânsito de pessoas, o túnel serviria como abrigo em caso de bombardeamento da cidade e existiam planos para o ampliar com vias para veículos motorizados o que nunca chegou a suceder.

Abriu a 19 de Dezembro de 1953, dois anos depois da conclusão efetiva das obras, com grande festa, especialmente do lado de Zizkov onde, a crer nos registos fotográficos da época, se concentraram vastas centenas de populares.

A outra extremidade, do lado de Karlin
A outra extremidade, do lado de Karlin

Hoje em dia continua a cumprir a sua tarefa. Todos os dias é atravessado por centenas de transeuntes que circulam entre os dois bairros de Praga, ultrapassando os cerca de 300 metros do percurso subterrâneo. Está aberto permanentemente, mas há que reconhecer que se torna um pouco ameaçador à noite. Contudo não é considerado um local perigoso pelos habitantes locais.

Há algumas alterações em relação ao cenário de 1953. No lado de Zizkov existia uma bela praça – Tachovské namesti – que desapareceu, enquanto praça, em 1954. Já do lado de Karlin, as coisas mantêm-se basicamente iguais.

Para quem visita Praga este é um local à margem dos grandes atrativos da capital checa. Mas Zizkov não deixa de ser uma zona interessante, distinguindo-se, segundo se diz, como o bairro com mais bares por quilómetro quadrado do Mundo. Poderá talvez encontrar um pouco de tempo para caminhar um pouco por aqui e para atravessar o histórico túnel, explorando Karlin e terminando o passeio numa das estações de metro – linha amarela – que se encontram por ali.

PARTILHAR
Artigo anteriorInvalidovna
Próximo artigoMilovice: Antiga Base Militar Soviética
Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here