O jardim de Vrtba parecem esconder-se do visitante. Mas eu vou denunciar o seu paradeiro: rua Karmelitská, número 25. Se observar um mapa até encontrar a rua que referi, ficará espantado pela localização do jardim, de forma discreta, quase impossível de encontrar para o viandante casual. É preciso saber-se ao que se vai, manter a atenção nos números das portas, para dar com o jardim de Vrtba.

Estávamos no início do século XVIII quando František Maxmilián Kaňka foi contratado para renovar o palácio do conde de Vrtba, Jan Josef. Concluidos os trabalhos no edíficio, o arquitecto idealizou os jardins, que hoje podemos visitar, seguindo o estilo Barroco de influência italiana, com a construção de patamares, decorados com estatuária de Matyáš Bernard Braun dedicada à temática mitologia romana. Apesar da manifesta influência estrangeira, nota-se uma adaptação aos valores estéticos locais, aquilo a que chamaremos de Barroco Checo.

A localização do jardim de Vrtba, no início da encosta de Petrin, permite-lhe oferecer, do seu socalco mais elevado, vistas privilegiadas sobre o bairro que o envolve, o belo Mala Strana.

Depois de longas obras de reclassificação, que decorreram entre 1990 e 1998, o jardim encontra-se actualmente aberto ao público (contudo, apenas é possível visitá-lo durante os meses mais quentes do ano, entre Abril e Outubro), sendo propriedade da cidade de Praga, apesar de ser explorado por uma empresa privada, que organiza ali espectáculos privados, casamentos e actividades para empresas. Está classificado pela UNESCO na classe 1 da lista de património mundial.

Website oficial: Vrtbovská Zahrada

 [googlemap src=”http://mapsengine.google.com/map/u/0/embed?mid=zrarD4has-5k.kvhDjTmj-jQc” align=”aligncenter” ]

PARTILHAR
Artigo anteriorO Museu da Força Aérea
Próximo artigoA Volta do Fosso do Veado
Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

DEIXE UMA RESPOSTA