Depois da apresentação de A Ilha Eslava, hoje falo de uma outra das ilhas do Vltava bem no centro de Praga: A Ilha dos Atiradores.

Também esta – e ao contrário do que sucede com as ilhas um pouco mais afastadas, tem uma atmosfera de parque urbano, com trilhos bem cuidados, relva aparada e vegetação totalmente controlada.

ilhadosatiradores-05

Mas nem sempre foi assim. No século XII a ilha já existia, e duzentos anos mais parte era propriedade de uma ordem religiosa, a dos Johanitas.

Foi no século XVIII que o carácter cosmopolita da ilha começou a ser definido organizando-se por ali festivais de dança. Mas mesmo nessa altura continuavam a ser praticadas actividades relacionadas com o tiro, uma tradição de séculos que deu o nome à ilha.

Em 1812 as estruturas da carreira de tiro ali existentes sofreram um incêndio e foram totalmente destruídas. O Clube de Tiro de Praga construiu então o edifício que hoje podemos ver na ilha, da autoria do arquitecto Josef Klement Zobel. Em 1842 o palacete foi alterado, com a adição de um terraço com um café. Em 1888 as actividades de tiro cessaram em definitivo e em 1892 a Cidade adquiriu a ilha, construindo-se em 1901 a ponte e as escadas que hoje utilizamos.

Nos anos 50 foi removida uma velha estátua São João Nepomuk e na década seguinte os jardins foram completamente arranjados.

ilhadosatiradores-04
ilhadosatiradores-01

Desde 2007, apesar de discretas, têm sido aplicadas melhorias. O piso dos trilhos é composto de materiais naturais e toda a estrutura – cablagem, canalização, etc – é completamente nova. Existe agora um parque infantil, que provavelmente preferiria não ver ali… como que quebra o ambiente clássico da ilha, mas as suas reduzidas dimensões permitem ao visitante ignorá-lo.

O que é mais difícil de ignorar é a horrível música de volume elevadíssimo que sai da instalação de uma barcaça-restaurante que se encontra acostada à ilha nos meses de clima mais agradável. Seria excelente se não fosse a música!

Na Ilha dos Atiradores, bem na sua ponta, podem-se obter das melhores fotografias da Praga Clássica. Uma perspectiva da ponte Karlovo e dos edifícios envolventes que não deve perder.

De forma geral reina ali um ambiente bem agradável. À hora de almoço a ilha é muito procurada pelas pessoas que trabalham nas imediações e que ali almoçam a merenda trazida de casa. Existem muitos bancos e degraus para a água, onde nos podemos sentar e apreciar o panorama, sendo de referir os simpáticos patinhos que acorrem na esperança de uma refeição gratuita.

ilhadosatiradores-02
ilhadosatiradores-06
A administração da cidade impôs regras apertadas para a utilização do espaço, estando interdito o consumo de bebidas alcoólicas, entre outras limitações. Durante a noite o acesso à ilha encontra-se encerrado.

 

PARTILHAR
Artigo anteriorPod Vyšehradem
Próximo artigoVenha explorar comigo Praga e a Boémia durante uma semana
Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

DEIXE UMA RESPOSTA