Cafe Louvre

2
765

O Louvre é um dos quatro ou cinco cafés clássicos desta cidade, e o meu favorito. Foi fundado em 1902, frequentado por nomes grandes da cultura e da ciência, como Franz Kafka, Albert Einstein, Karel Capek. Depois, foi encerrado pelo regime comunista. E, tal como uma fénix, renasceu das suas cinzas para deliciar os clientes com um ambiente requintado mas não snob e com um longo menu de especialidades a experimentar.

Está convenientemente localizado na Narodni, a poucas centenas de metros dos grandes centros da cidade. Mas a sua posição, num primeiro andar, pode complicar as coisas. É preciso estar com atenção para notar a sua entrada. Após um primeiro lance de escadas o visitante chega ao novo Louvre, um espaço moderno que parece não ter o sucesso do seu irmão mais velho, apesar de oferecer Internet Wi-Fi e partilhar a mesma ementa.

O cafe Louvre, que ainda hoje existe, apesar de algumas décadas de encerramento.
O cafe Louvre, que ainda hoje existe, apesar de algumas décadas de encerramento.

Talvez as pessoas venham até aqui em busca dos fantasmas de um passado, esperando sentir a nostalgia dos tempos imperiais. E assim, prosseguem a ascensão, vencendo um segundo lance da escadaria imponente, e entrando, por fim, no espaço do clássico Louvre.

Do lado direito, uma pequena loja vende tabaco e outros artigos que se espera utilizar num café (isqueiros, esferográficas, postais, blocos de notas, etc), e em frente encontra-se o acesso para o jardim interior, aberto na época alta, entre a Primavera e o início do Outono. Ainda a partir deste hall de entrada, uma outra porta permite entrar numa sala mais intimista, adequada para refeições convencionais.

Assumindo que o visitante quer chegar ao mais genuíno espaço do Louvre, este terá que caminhar mais uns passos e entrar por fim numa sala sobrecomprida, com confortáveis cadeiras colocadas em redor de mesas rectangulares e quadradas. Os lugares mais apreciados são junto à janela, mas se não encontrar nenhum vago pode tentar dois espaços mais resguardados: atrás de si, a sala para não-fumadores tem geralmente menos procura. No sentido contrário, avançando mais um pouco e virando à direita, encontrará um espaço de menores dimensões, entre o salão principal e a zona dos bilhares.

Apresentado que está o espaço, vamos à vasta ementa (que pode ser consultada integralmente no website do café). Há uma coisa completamente imperdível: os gelados. Note bem: estamos a falar de uma iguaria preparada localmente, de forma artesanal. Cada bola de gelado custa cerca de 0,50 Eur (!!). Ou seja, uma taça bem composta, com quatro deliciosos sabores e uma pequena bolacha decorativa vai-lhe custar algo como 2 Eur, o mesmo que em muitos locais de Portugal lhe pedirão por uma simples bolinha de gelado. Os sabores não são muitos, nem poderiam ser, dada a sua manufactura local. Apesar de não ser um apreciador incondicional, recomendo intensamente o chocolate. Para o complementar, adicionaria uma porção do de banana, pistácio e iogurte.

Se o tempo está frio e não lhe apetece mesmo gelado (nem sabe o que vai perder) sugeriria o chocolate quente, servido em dose pequena ou grande. Aprecio também o “fresh cocktail”, produzido com sumos naturais de laranja, kiwi e banana. Para comer, por assim dizer, tudo é bom, e não apontarei uma opção específica.

Diria que o Café Louvre é um marco incontornável na sua visita a Praga. Pela sua posição central, acabará por tropeçar nele mais cedo ou mais tarde, enão encontrará melhor lugar para relaxar um bocado enquanto adiciona mais uma experiência nesta sua viagem. Em cada mesa encontrará folhas timbradas e lápis, para tomar notas, e à entrada, na tabacaria, poderá recolher um folheto com a história detalhada do café.

Não se surpreenda com alguma negligência, ou pior, na qualidade do serviço; apesar de alguns dos funcionários serem bastante simpáticos, há outros que… nem vê-los.

Como Ir: Muito central. O metro Narodni Trida encontra-se a poucas dezenas de metros assim como os eléctricos que param junto à estação.

Quanto Custa: Depende do que consumir. Os excelentes gelados são baratissimos, e as refeições estão cotadas a preços muito aceitáveis para o tipo de ambiente.

Quando Ir: Entre as 9 da manhã e as dez e meia da noite. Não se fie no horário afixado, vá por nós.

Contactos: Cafe Louvre, Národní 22 Praha 1, 110 00 –  Telefone +420 224 930 949 – Website www.cafelouvre.cz/en/

 

Save

Save

Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

2 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here