Descrição Genérica

O clima de Praga é caracterizado pela sua natureza “continental”, com Invernos frios e Verões quentes. As quatro estações do ano sentem-se de forma perfeitamente demarcada. É contudo de salientar que, talvez devido à humidade reduzida, as temperaturas em Praga são sentidas pelo corpo de forma diferente do que sucede em Portugal. O frio não é tão frio, não se entrenha nos tecidos, não chega aos ossos. Apesar de ter experimentado por diversas vezes temperaturas a rondar os 20 graus negativos, nunca senti tanto frio como em Portugal. Diria, sem qualquer rigo científico, que os -10 graus de Praga se sentem como uns 5 graus de Portugal. O vento forte é raro, e mesmo a brisa não se faz sentir com frequência.

clima-01

Inverno

O Inverno, apesar de tecnicamente só se iniciar em Dezembro, pode começar a sentir-se desde logo no início de Novembro; por essa altura não é de esperar queda de neve, mas pode certamente suceder. De resto, ao longo do mês de Novembro, são de esperar temperaturas baixas, talvez com uma média de 10 graus. A precipitação é irregular. O visitante pode ter sorte e gozar de vários dias solarengos… ou não, e passar a estadia debaixo de chuva, numa semana cinzentona.

clima-01
Vysehrad, 5 de Janeiro de 2009, dia de nevão em Praga.

Em Dezembro o frio tende a acentuar-se, com alguma neve bem provável a revestir a cidade por curtos períodos de tempo. Na realidade, é para o final do mês – e Janeiro – que o frio atinge os seus máximos, que, em situações normais, roçarão os 20 graus negativos em perídos curtos, de alguns dias. Depois, a partir do início de Fevereiro, as temperaturas elevam-se gradualmente, podendo-se manter durante semanas a fio muito perto dos zero graus. A falta de sol pode ser nesta altura verdadeiramente depressiva, sobretudo para os que cá vivem. Não existe uma regra absoluta, e podem até surgir dias de um céu azul deslumbrante, mas em alguns anos o cinzento domina por completo durante semanas e semanas sem interrupção.

Uma última palavra para a neve: muitos visitantes, especialmente oriundos dos países do Sul, fantasiam uma cidade bela como Praga coberta de neve. Não quero ser pessimista, mas as coisas podem não ser assim na realidade. Primeiro, porque atualmente Praga não é uma cidade de neve, nem mesmo de Inverno. Contam os mais velhos que há 30 ou 40 anos, tudo se encontrava coberto de um alto manto branco durante os meses de Inverno e não só. Mas hoje o panorama é algo diferente: a maioria dos dias em que neva não são suficientemente frios para manter os flocos depois destes tocarem o chão, e a neve desvanece-se como se de mera chuva se tratasse. Para além disso, a queda de neve não é assim tão habitual. E muito menos em quantidade. Nos últimos anos, os períodos em que de facto a paisagem se pintou de branco ficaram limitados a uns quantos dias.

Primavera

A Primavera de Praga é tardia. Em meados de Abril as árvores poderão ainda apresentar um aspecto desnudado, algo deprimente no que toca a paisagem. Mas as temperaturas positivas já vieram para ficar, e os dias de sol são frequentes. É em Maio, e, claro, em Junho, que a natureza desponta com todo o seu vigor. Ora isso em Praga é especialmente importante, porque se trata de uma cidade repleta de espaços verdes de todo o tipo, e a paisagem urbana ganha outra vida. Para quem tem tempo, é a época ideal para os grandes passeios na natureza. Há imensos dias amenos, e, sobretudo a partir do início de Maio, já se anda de calções e t-shirt com frequência. Curiosamente, a amplitude térmica diária é reduzida, e por vezes os serões são ligeiramente mais quentes que os dias.

clima-02
Um passeio de Primavera junto ao rio Vltava, no limite sudoeste de Praga

Verão

Os Portugueses, habituados como estão aos Verões quentes e solarengos, deverão despir-se desses preconceitos. Aqui, é no Verão que mais chove, e dias nebulados são vulgares. A temperatura, essa, nunca desce abaixo de determinado nível, mas não conte com uma semana de sol assegurada. Guarda-chuva na mala, sobretudo por ser Verão!

Outono

O Outono chega a Praga a tempo e horas. É em meados de Setembro que se começa a fazer sentir, com as temperaturas a descer e a natureza a pintar-se com as cores quentes da estação.

clima-03
O fabuloso Outono de Praga num dos bosques da cidade

É uma altura climatericamente muito equilibrada, oferecendo talvez as condições ideais para a visita. A chuva é rara, os dias azuis são frequentes e ningém se poderá queixar de frio, sobretudo se trouxer na mala alguns agasalhos ligeiros. A amplitude térmica diária pode ser acentuada, e se depois do almoço subir à colina de Petrin em t-shirt, poderá apenas umas horas mais tarde necessitar de se agasalhar, com o pôr-do-sol.

Apesar de se apresentar atempadamente, o Outono tende a desaparecer antes do esperado. A segunda metade de Outubro pode trazer já algum frio, e nos primeiros dias de Novembro quase podemos dizer que o Inverno chegou.

A Luz

À primeira vista pode parecer irrelevante, até porque na teoria o cenário não é muito diferente do português. Mas há alguns apontamentos que gostaria de deixar: se visitar Praga numa altura do ano em que haja menos horas de luz por dia, não desanime – pessoalmente aprecio mais observar os grandes monumentos da cidade depois do escurecer. Há menos pessoas e a iluminação é de excelente qualidade, tornando estes locais mais majestosos.

De resto, tome em conta que nestas regiões a noite cai mais lentamente. Depois de começar a escurecer, podem passar duas horas até à noite se encontrar totalmente instalada. Por outro lado, na Primavera, às três da manhã já se nota o clarear do céu, que evolui gradualmente durante horas, até ao dia chegar.

PARTILHAR
Artigo anteriorSaúde em Praga
Próximo artigoSegurança em Praga
Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

17 Comentários

  1. Olá Ricardo! Eu e uma amiga marcámos a nossa viagem hoje para praga, 20’s de novembro. O tempo já está muito frio? Que espaços recomenda para esta altura? Muito obrigada por todas as dicas sobre esta linda cidade 🙂 Joana

    • Oi Joana… Novembro pode ser uma bela icógnita. Calorzinho é quase impossível, mas pode ir de uns dias mais ou menos agradáveis até clima mau, incluindo, alguma neve.

      • Obrigada pela célere resposta! Então quer dizer que gorro, luvas e casacos quentes são sempre obrigatórios!! Parabéns pelas informações que coloca ao dispor de quem quer ir a Praga! Acho que vamos amar!! 🙂

  2. Boa tarde Ricardo. Como fica o clima em Março, mais precisamente entre o dia 10 até o final do mês ? E outra dúvida, os preços de comida, roupa, essas coisas, são caras ? Desde já, agradeço. Júlia

    • Oi Júlia, normalmente não é muito bonito… frio e cinzento e já com pouca possibilidade de neve. Quanto aos preços não sei que te diga, tudo é relativo… o que é caro…. ? 🙂

  3. Ola Ricardo! Estou a pensar fazer erasmus em praga, de setembro a janeiro, vou estagiar lá. Tens algum conselho?

    • Oi André! Eh pah o conselho que te dou é: prepara-te para viver os dias da tua vida 🙂 Não só porque Erasmus é por si mágico como ainda mais em Praga! Para viveres por lá, mesmo que apenas uns meses, sugiro que vás lendo cenas no website expats.cz (era muito melhor, mas ainda é mais ou menos). Se precisares de saber alguma coisa – fora cenas académicas, que estou por fora – não hesites em perguntar.

      Essa época não é má. Não tem a energia vital que se apanha de Maio e pelo Verão adentro, mas se por acaso gostas de caminhadas e natureza é brutal, com os bosques no Outono… e se tiveres sorte e nevar bué, é mágico… por outro lado se não nevar o Inverno é bastante fatela, um bocado depressivo.

  4. Olá Ricardo. Estou começando a pensar minhas próximas férias que serão em ou/nov 17. Penso em passar alguns dias na República Tcheca e a data provável será final do mês de out. Como costuma ser a temperatura por lá, e também o outono ainda é bastante intenso ?
    Obrigada.
    Ane Magro

  5. Estou arrasada :(. Achava que nevava em Praga quando fechei a viagem. Vou na época do natal você sabe me responder se Viena na Áustria tem mais probabilidade de neve e frio do que Praga? vou no final de Dezembro ,porém meu sonho é ver neve. Fechei a passagem para Praga crendo nisso :((

    • Nunca se sabe. É muito uma questão de sorte. Ou azar. Para mim, tem 60% de hipóteses de ver neve. Viena tem as mesmas hipóteses. Mas se é assim tão importante, pode sempre fazer uma saída da cidade e ir até uma zona mais alta onde certamente existirá neve.

  6. Olá Ricardo,vou passar o Ano Novo a Praga o frio vai ser muito concerteza,costuma chover?Obg

    • Se chover já é sinal que o frio não é muito, com a temperatura acima de zero graus. Pessoalmente prefiro mais frio e neve do que menos frio e chuva. Muito sol certamente não vai ter 🙂

  7. Boa noite Ricardo, vou passar 4 dias a praga com o menu marido no início de Fevereiro, será que haverá mt frio? O que me aconselha visitar ? não temos mt tempo, tenho de planear mais ou menos o que vamos visitar. Obrigada

    • Oi… é Inverno, logo frio há-de estar, depois é uma questão de quantificar…. talvez por volta dos zero graus. Há um artigo sobre visitar Praga em 3 dias que é capaz de ser o que precisa.

  8. Oi Ricardo Boa noite. Vou viajar em maio para Praga, do meio para o fim de maio. Como está o tempo??? Frio?? Chove??? É Primavera por la. Mas como moro no Nordeste sinto frio com facilidade. Desde já obrigada.

    • O tempo é como está aí descrito no artigo. Chover chove sempre, nunca se sabe quando. Frio, para mim nem por isso 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA