Um Pouco de História

Dinheiro, dinheiro, essa vil entidade, tão importante no mundo que e o nosso. Naturalmente que uma das primeiras preocupações que sentimos ao chegar a um novo país recai sobre a necessidade de nos apetrecharmos com uma quantidade variável de dinheiro local. É sobre esse problema que este artigo incide, mas antes de mais, um pouco de História.

Moeda de 1 Coroa, 1922
Moeda de 1 Coroa, 1922

A primeira moeda em circulação na região foi a krone, introduzida no Império Austro-Húngaro em 1892. Como os mais preparados já saberão, a Checoslováquia ganhou a sua independência na sequência da I Guerra Mundial, e com a autonomia política, veio também a emancipação monetária. Assim, no dia 10 de Abril de 1919, entrou em circulação a Coroa Checoslovaca (Koruna československá), substituída temporariamente pelos alemães durante a ocupação que teve lugar no decorrer da II Guerra Mundial (1938-1945).

Na fase introdutória, a nova moeda foi equiparada em valor à antiga krone, primeiro apenas na forma de notas bancárias, e depois, em 1922, com o lançamento das primeiras moedas.

Moeda de 1 Coroa, 1962
Moeda de 1 Coroa, 1962

Depois do final da II Guerra Mundial, foi com toda a naturalidade que a Coroa Checoslovaca foi reintroduzida no país, mas terrivelmente desvalorizada em consequência da devastação provocada pelo longo conflicto. Com a tomada do poder por parte dos comunistas, em 1948, as moedas e notas checoslovacas adoptaram os temas tipicamente socialistas e a União Soviética chamou a si a responsabilidade da produção efectiva de notas e moedas do país.

Em 1953 deu-se uma reforma monetária drástica, preparada em segredo pelo Governo, que procurava lidar com a existência de um mercado negro emergente. A reacção à reforma foi tão forte que só na cidade de Plzen foram detidas cerca de 500 pessoas na sequência dos protestos.

Em 1993, quatro anos após a queda do regime comunista, a federação checoslovaca dissolveu-se, e a Coroa Checa foi introduzida na República Checa, enquanto na Eslováquia era criada a Coroa Eslovaca. Recentemente o Euro foi adoptado pela Eslováquia, causando alguma instabilidade econónica e, segundo dizem, enfraquecendo o poder de compra da população. Já na República Checa a moeda única tem encontrado forte resistência. Apesar de teorias e rumores diversos, a verdade é que não está marcada uma data para a introdução do Euro.

Links Relevantes

Artigos Wikipedia (em inglês)
Coroa Checa
Coroa Checoslovaca

Outros
Casa de câmbio eXchange
Câmbio actual indicativo

Notas e Moedas em Circulação

Actualmente encontram-se em circulação notas de 100, 200, 500, 1000, 2000 e 5000 Czk. Quanto a moedas, poderá encontrar de 1, 2, 5, 10, 20 e 50 Czk. Recentemente foram eliminadas as moedas que fraccionavam a Coroa, os Heller. Eram pequenas moedas, de alumínio, muito leves.

dinheiro-06
Todas as notas em uso na República Checa: 100, 200, 500, 1000, 2000 e 5000 Czk.

 

dinheiro-05
Todas as moedas em uso na República Checa: 1, 2, 5, 10, 20 e 50 Czk

Trocar ou Obter Dinheiro em Praga

No aeroporto encontrará alguns balcões de câmbio. Lamento mas não posso aconselhar nenhum. Apesar das potenciais taxas bancárias continuo a preferir manter os hábitos e simplesmente levantar dinheiro de uma caixa Multibanco. Que também as há, em ambas as áreas de chegadas dos dois terminais, em locais de destaque. Há que pagar uma taxa bancária, mas a responsabilidade de transportar e guardar uma relativamente elevada soma em dinheiro não existe. A utilização dos terminais Multibanco, no aeroporto ou em qualquer parte do país, é extremamente simples se souber inglês, pois o sistema, ao detectar um cartão estrangeiro, oferece-lhe um menú onde poderá escolher a língua.

Na pior das hipóteses poderá optar por Inglês ou Francês, mas nalgumas caixas existe mesmo Alemão, Italiano e Russo. Ao contrário do que sucede em Portugal, o sistema não é totalmente uniforme, e o software pode variar terminal para terminal, consoante os bancos.

Aliás, a facilidade de utilização do Multibanco que conhecemos em Portugal não se aplica na República Checa. Para o turista o problema não se coloca, mas os locais procuram caixas do seu próprio banco, uma vez que as transações são sujeitas a taxas, que são menores se forem utilizadas terminais da instituição bancária de que se é cliente.

Se preferir usar casas de câmbios, aconselho-o a eXchange. Por todas as áreas centrais de Praga existem dezenas, senão centenas, de balcões de câmbio. Mas todo o tipo de truques, legais mas desonestos, são practicados em várias destas lojas de dinheiro. A eXchange foi-me recomendada quando me mudei para Praga, e apesar de me manter fiel ao método de Multibanco, tenho-a utilizado de tempos a tempos, sem qualquer problemas. Por isso, se quiser jogar pelo seguro, já sabe.

Aceitar trocas de rua, de indíviduos particulares, está fora de questão. Parece-me inacreditável que existam incautos suficientes para “alimentar” este tipo de actividade, mas eles ai estão, sussurando propostas no meio da multidão, pelo que deve continuar a ser rentável. Os truques utilizados são diversos… desde a passagem de dinheiro de outros países eslavos com valor muito baixo reduzido até simplesmente a fuga com o dinheiro.

PARTILHAR
Artigo anteriorFérias Económicas em Praga
Próximo artigoQuando Visitar Praga
Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

11 Comentários

  1. Bom dia,

    Vou para Praga este mes de férias e estou com algumas duvidas em relação aos pagamentos com cartão de crédito. Aconselha? Ou as taxas são muito elevadas?

    obrigado

    • Nuno, com toda a sinceridade, não sei. Acho que apenas umas vez comprei uns livros com cartão de crédito e não me lembro dos detalhes. De uma forma geral pensava que as taxas de compra com cartão de crédito eram uniformes, mas não é uma área que domine.

  2. Bom Dia Ricardo,
    Acabei de marcar as minhas férias em Praga em Agosto, e a questão do dinheiro é algo que me preocupa um pouco…
    Posso fazer o câmbio no meu país, ou tem que ser necessariamente à chegada??

    Obrigada

    • Acho que poupar os 5 Eur ou isso que se pagam ao levantar 200 ou 300 Eur numa caixa MB não compensa a preocupação. Não sei se ou onde se pode trocar CZK fora da Rep. Checa. Não é uma moeda muito comum.

  3. Boa tarde Ricardo

    Em Abril de 2017 vou com a minha namorada visitar a bela cidade de Praga.
    Algumas questões: Tenho um cartão de débito, ele vai funcionar nos terminais de multibanco de Praga? E qual achas que é o valor médio por pessoa que se gasta em Praga?

    Muito obrigado

    • Sim, claro que pode usar o MB normalmente. Quanto ao valor médio, não sei, cada pessoa tem as suas necessidades e o seu padrão de despesas.

  4. Bom dia Ricardo,

    Uma dúvida que eu tinha. já Percebi que em Praga, o que aconselha é levantar dinheiro no MB,
    Vou estar com a minha mulher 4 dias em Praga, em relação ao preço médio,(mais para o barato), quanto é que se gasta numa refeição? Isto para fazer contas dos gastos fixos em 4 dias.
    E como é que acha que devemos ir do Aeroporto para o centro de Praga? de táxi? ou de autocarro?

    Obrigado Tiago Nogueira

    • Oi Tiago… pode facilmente gastar-se 5 eur por refeição, mas para estar mais seguro, poderá apontar para 7 ou 8. Em relação à sua segunda questão, existe também um artigo dedicado a ela onde encontrará todos os pormenores.

  5. Boa noite Ricardo , No próximo mês de Abril de 2017 , vou estar em Praga com um grupo de folclore , se eu precisar de alguma ajuda entre 7 e 10 , será que nos pode ajudar em alguma questão e estará contactável ? mais ou menos como costuma estar o tempo neste mês aí em Praga . Obrigado .

    • Oi… por essa altura estarei em Portugal, muito contactável pelo website, porque vão ser dias de muito trabalho ao computador. O tempo? Para mim, mauzinho… ainda não acordou a Primavera mas já não é Invernmo, costuma ser um clima bem chato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here