Las Adelitas

0
291

Vai agora para dois meses que os meus olhos pousaram num artigo que falava num novo restaurante mexicano na cidade; o facto, só por si, não me teria despertado interesse de maior. Afinal de contas vivemos numa grande cidade, onde todos os dias abrem e fecham restaurantes, e, convenhamos, a gastronomia mexicana não é propriamente uma raridade. Mas algo me chamou a atenção no texto: a menção à natureza genuína da confecção dos pratos neste novo espaço. Pelo que o jornalista dizia, a comida era preparada não para agradar ao palato europeu, mas com a aproximação possível à original forma de fazer as coisas no México, com as inevitáveis restrições causadas pela ausência dos melhores ingredientes.

Com o interesse apurado, pedi a uma amiga mexicana que apurasse a veracidade desta informação, ao mesmo tempo que procurava mais informações. Os resultados não poderiam ser melhores: não só recebi a confirmação por parte da minha exploradora, como apurei que uma boa parte do corpo diplomático mexicano é cliente habitual do espaço, o que certamente significará algo.

As salas de refeição do Las Adelitas (o termo refere-se a um grupo de combatentes femininas que lutaram na longa Guerra de Independência do México) são pequenas, criando um ambiente intimista que tem o seu valor, mas que faz com que facilmente o restaurante se encontre lotado. O pessoal, todo ele mexicano de gema, é extremamente amigável, e a comunicação em inglês é fluente.

Os preços são muito razoáveis. Pode-se contar com 8 Eur para uma refeição completa, incluindo uma bebida. E quanto à comida, bem, terei que confessar que não sou um especialista na gastronomia mexicana, mas que os pratos que experimentei estavam deliciosos, lá isso estavam.

Para mim, pedi uns Tacos Dorados de Tinga, ou seja, de galinha, que vieram acompanhados com alguns vegetais, uma dose de arroz e uma pequena porção de feijão preto esmagado, que foi reforçada com uma dose do mesmo que pedi à parte. Uma maravilha! Fora isto, fui depenicando de outras iguarias que outros comensais encomendaram, e tudo estava extremamente no ponto.

Para beber, como estava sedento, não fui muito original, enveredando pelo caminho fácil da cerveja checa, mas posso recomendar a “horchata”, uma bebida que sabe e parece ser baseada em leite, mas que é uma água obtida a partir da submersão de sementes de meloa, com canela. Outra delícia!

Ficou ganha portanto outra referência, outra opção para o já rico panorama gastronómico de Praga.

Como Ir: De metro (linha verde) ou em qualquer eléctrico que chegue a Namesti Miru. Ali, estando de frente para a imponente igreja, é tomar a rua à nossa direita, e seguir até encontrar o Las Adelitas, a cerca de 300 ou 400 metros, do lado direito (depois de passar uma pequena rotunda).

Quanto Custa: Uns 8 Eur para uma refeição básica, Um pouco mais se quiser contar com todas as mordomias gastronómicas.

Quando Ir: Como o local se enche facilmente, sugiro um jantar antecipado.

Contactos: Las Adelitas, Americká 8, Praha 2 – Telefone +420 222 542 031 – Website www.lasadelitas.cz

 

PARTILHAR
Artigo anteriorMatylda
Próximo artigoLa Casa Blu
Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

DEIXE UMA RESPOSTA