U Kruhu

0
486

Entrei neste sítio por mero acaso, quando procurava um outro, um café que queria experimentar. Afinal, encontrei o café, que não me agradou especialmente, e mesmo defronte, esta pérola escondida…

Acede-se ao U Kruhu através de um arco. Passa-se naquele túnel que pertence ao edifício, com caixas de correio e tudo.  E depois, está-se no pátio. É a guarda avançada deste pitoresco pub checo. Foi amor à primeira vista. Estava um dia cheio de sol, e é nessas condições que recomendo absolutamente uma visita.

Naqueles poucos metros quadrados os pormenores são tantos que vai demorar um bom bocado até os apreciar a todos. E as cores também. Há cor nas plantas que trepam pelas paredes, nas aves canoras que enchem o pátio de música, nas chapas de publicidade vintage penduradas, na bonecada que decora o recinto. O que não há é serviço de mesa. Está avisado. É preciso entrar e pedir.

A anfitriã é uma senhora que poderia ganhar um prémio de representatividade: quando penso numa checa de meia idade, é assim, com uma beleza que se esfumou mas deixou traços para trás, pouco amiga de sorrir, com toques de matrona. Não ligue. Faz parte da experiência. Há três ou quatro variedades de cerveja. E comida, comida de pub checo, uma carícia na cultura nacional.

Vou para uma Kozel branca, a mais barata. É pouco mais de 1 Euro pela caneca de meio-litro que trago para a mesa. Venho a pensar no que vi lá dentro, no ambiente tão característico. Não é só a senhora outrora bela e ainda sisuda. É tudo. A decoração, os amigos sentados a beber, claramente clientes da casa.

cb-ukruhu-04 cb-ukruhu-03

Estou sozinho no pátio. Aquilo é o tradicional zahrada, o jardim, que tantos cafés e pubs publicitam em grandes letras mas que poucos conseguem manter como se deseja. Em tempos fui muito fã de um outro, do mesmo género, entretanto encerrado: o Pink Floyd Cafe. Mas agora estou aqui, no U Kruhu.

É central, mas suficientemente longe do centro turístico para se manter assim, genuíno. Mesmo assim, quando me apresto a partir, chega um grupo de estrangeiros, alemães, creio, trazidos por um homem que parece ser um guia turístico. Este será o seu trunfo para mostrar ao seu grupo um verdadeiro pub checo. E é um bom trunfo, um ás.

Antes disso, numa outra mesa, duas mulheres jovens sentam-se com uma cerveja. Obviamente empregadas em alguma loja ou escritório ali perto que fazem uma pausa no trabalho. O sol enche aquele pátio maravilhoso, os pássaros cantam, a cerveja está fresca. É um local onde se pode encontrar a felicidade, se se olhar com os olhos certos.

cb-ukruhu-05

P.S. – U Kruhu significa algo como “No Círculo”.

Como Ir: A pé, a partir de Narodni Trida ou da praça Venceslau. O melhor é ver o mapa em baixo para estudar o melhor percurso.

Quanto Custa:  Pouco.

Quando Ir: Num dia cheio de sol.

Contactos: U Kruhu, Palackého 723/6, 110 00 Praha-Nové Město – Telefone +420 605 258 978

 

Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here