Pod Vyšehradem

0
776

O Pod Vyšehradem é um restaurante simples. Não oferece pratos exóticos nem é uma referência nomeada pelo Lonely Planet. Mas serve a sua função com eficiência: mata a fome dos clientes sem grande despesa e de forma descomplicada. É por isso que o apresento aqui, até porque a localização é estratégica, precisamente num local onde muitos visitantes precisarão de encontrar algo assim, para uma refeição antes ou depois de uma visita a Vyšehrad.

O Pod Vyšehradem é algo que se aproxima do estereótipo do restaurante checo: amplo no conceito, com bastante espaço entre mesas, com algo de espartano, decoração simples. Os preços, também se enquadram na normalidade do restaurante comum. São muito acessíveis, embora, claro, este aspecto seja sempre subjectivo. Se tivesse que dizer, por uma refeição, em média, pagaremos cerca de 7 ou 8 Eur.

Aqui se encontra comida tradicional checa. Não como num restaurante turístico, não é esse tipo de “tradicional”. Aqui é um “tradicional” com naturalidade. E a qualidade encontra-se em conformidade: não é das mais elevadas, mas serve perfeitamente para uma refeição despretensiosa.

O menu, disponível em inglês, mostra alguns petiscos, que podem ser apreciados como entrada ou “a solo”, como o queijo camembert em pickle, muito apreciado por todo o país a que se chama Nakládaný hermelín. Quanto aos pratos principais, temos uma excelente variedade de receitas checas e algumas sugestões mais internacionais. Não esquecer que, excepto quanto exista referência em contrário, os acompanhamentos terão de ser encomendados à parte. Se quer algo bem económico e ao mesmo tempo tradicional destas paragens pode encomendar o goulash (guláš), ciente porém que não existe guláš como o do Ferdinanda.

O serviço é muito aceitável, num país onde lentamente o padrão de qualidade se tem vindo a elevar. As pessoas (claro que isto pode mudar a qualquer momento) falam inglês e… pronto, já é bom.

cb-podvysehraden-02

E para beber? Bem, para além das bebidas comuns, há a cerveja, claro. Que mais se pode ter num restaurante assim…? De entre a variedade à disposição do cliente, uma palavra para a Pardal. Em checo “pardal” significa duas coisas: ou Jaguar [Onça] ou um homem com um charme rasca, vá, um “pintas”. Mas é também uma marca de cerveja, que muito aprecio. É verdade que um especialista desdenhará a Pardal. É muito aguada, fraquita, dizem. Mas eu gosto, bebe-se mais como um refrigerante, excelente para dias de calor em que o corpo pede muitos líquidos e queremos em conformidade emborcar muita cerveja. Fresca e leve, portanto.

Como Ir: De eléctrico, a partir do centro, o 17. E também o 3 e o 7. Sair em Výtoň. É mesmo ali defronte, passando por baixo da ponte de comboios.

Quanto Custa:  Pouco.

Quando Ir: A qualquer altura, mas adequado para quando visitar Vyšehrad .

Contactos: Vratislavova 32/4, 128 00 Praha 2 – Telefone +420 222 951 522

 

Ricardo Ribeiro viveu durante três anos em Praga, apenas pelo amor à cidade e um dia decidiu criar um website dedicado à sua paixão. Actualmente mantém os fortes laços emocionais e sociais com Praga e passa alguns meses por ano por lá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here